Qual a forma certa de orar?

Não há uma fórmula certa para a oração. Porém, existem alguns princípios sobre a oração que devem ser entendidos.

1. FÉ
O primeiro princípio bíblico sobre a oração que devemos entender é a fé. O justo vive pela fé. Quem ora deve crer que Deus ouve e responde. Se duvida precisa aprender a depositar sua fé em Deus, conhecer o seu poder e sua graça, confiar, depender e subordinar-se. Hebreus 11.1, 6; Marcos 11.24.

2. CORAÇÃO
Deus não ouve as palavras, mas sim vê o coração. Ele julga de acordo com a intenção do coração. Jesus explicou isso na história do fariseu que orou apresentando um currículo cheio de qualidades e do publicano que confessou seus pecados. O que confessou foi ouvido e justificado, o outro sequer estava falando com Deus, pelo contrário, falava dele mesmo para ele mesmo. 1º Samuel 16.7; Mateus 6.6; 1ª Tessaloniceses 2.4; Colossenses 3.23; Lucas 18.10-14.

3. VONTADE DE DEUS
Quando alguém ora a Deus segundo a sua vontade pode ter a certeza de que ele ouve, e se ouve, atende. Não adianta orar a Deus contra o seu conselho, contra a sua santidade. Um coração afinado com a vontade de Deus busca primeiro conhecer para então pedir segundo aquilo que sabe Deus quer que aconteça. 1ª João 5.14, 15.

4. SUBMISSÃO
Alguns determinam diante de Deus. Em contraposição a essas interpretações um tanto duvidosas a submissão e a humildade devem prevalecer. Humildade é dependência, ausência de arrogância e de determinação que subordinam Deus. Submissão é entender que Deus pode nos dar agora, dar depois ou não dar aquilo que se pede, mesmo que se entenda ser sua vontade. Hebreus 5.7, 8.

5. JESUS CRISTO
Se você sofre, tem ansiedade, ore, ore em secreto, sem cessar e no nome de Jesus. Seja qual for a oração, Deus só a recebe por causa do sacrifício de Jesus. Não tem a ver nem com quantidade ou intensidade. Deus recebe você por causa da cruz de Cristo. Você só fala com Deus se o faz no nome de Jesus, se deixa claro que ousa chegar até o céu por causa do favor de Jesus, e se sabe que Cristo resolveu a pendência do pecado. Hebreus 10.19-23.

Nenhum comentário: